Causas Comuns da Hipertensão

As doenças cardíacas são um dos maiores assassinos silenciosos do mundo. Ter hipertensão (ou pressão alta) significa que a pressão nas artérias que bombeiam sangue do coração para o resto dos órgãos e por todo o corpo é maior que o normal. Essa pressão arterial anormal é o que coloca o coração em estresse e causa a morte prematura.

A pressão alta é um problema se a pressão arterial sistólica (quando o coração bombeia) for superior a 140 mmHg e a pressão arterial diastólica (quando o coração relaxa) for superior a 90 mmHg. Aqui estão as 15 causas mais comuns de hipertensão…

1. Excesso de Sódio

De acordo com a Associação Americana do Coração, níveis excessivos de ingestão de sal (sódio) (mais de 1.500 miligramas por dia) podem levar à pressão alta, diabetes e doenças cardiovasculares – independentemente da idade, condição de saúde atual ou histórico familiar.

2. Idade

À medida que envelhecemos, nossa pressão arterial aumenta naturalmente. No entanto, se você mantiver uma dieta pobre em nutrientes, fumar ou beber excessivamente, comer uma dieta rica em alimentos gordurosos e açucarados, o risco de desenvolver pressão alta aumenta com a idade.

3. Apneia do Sono

A apneia do sono é uma condição que faz com que os níveis de oxigênio diminuam durante o sono, resultando em um aumento da pressão arterial e estresse no coração e nos pulmões. A apneia do sono está ligada a um maior risco de hipertensão.

4. Obesidade

Estar acima do peso ou obeso está ligado à muitas doenças crônicas, incluindo a pressão alta. Outros fatores de risco para doenças crônicas, como hipertensão, incluindo estilo de vida sedentário, dieta pobre em nutrientes, aumento dos níveis de sódio e níveis elevados de insulina – todos eles causam espessamento das artérias e doenças como diabetes, ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

5. Sedentarismo

A hipertensão é muitas vezes causada por um estilo de vida sedentário de longo prazo, ou seja, falta de exercício, o que leva ao ganho de peso e pressão imprópria no coração.

6. Drogas e Álcool

Beber quantidades excessivas de álcool (principalmente, beber em excesso de uma só vez) ou usar drogas recreativas colocará estresse no coração e nas artérias e isso causará danos.

7. Dieta Pobre em Nutrientes

Além da sensibilidade ao sódio, a obesidade e o diabetes estão ligados à dietas ricas em açúcar e gordura, que estão ligadas à pressão alta e a problemas cardíacos. A boa notícia é que existem muitos alimentos que podem ajudar a baixar os níveis da pressão arterial e superar a hipertensão. Você encontrará uma lista desses alimentos neste artigo, 11 alimentos que podem ajudar a reduzir a hipertensão.

8. Cigarros

A hipertensão arterial ocorre quando as artérias, os maiores vasos sanguíneos que transportam sangue para os rins, se estreitam e se contraem, resultando em mais esforço do coração para bombear o sangue. Fumar causa aterosclerose, ou entupimento das artérias, e está fortemente ligado a doenças cardíacas.

9. Condições Hormonais

Certas doenças ou condições hormonais (por exemplo, síndrome de Cushing, causada quando seu corpo produz uma quantidade maior de esteróides do que o necessário) forçando o corpo e o coração e resultará em hipertensão.

10. Doenças Renais

Uma das principais causas de hipertensão são as doenças renais. Isso é desencadeado quando as glândulas supra-renais (pequenas glândulas em formato de ervilha que ficam na parte de cima dos rins) secretam muito de um hormônio chamado cortisol, que eleva a “resposta de luta-ou-fuga” e aumenta a pressão arterial.

11. Deficiência de Nutrientes

A pressão arterial elevada também pode acontecer devido à ingestão insuficiente de certos nutrientes. Um desses nutrientes é o potássio que a Clínica Mayo diz: “Ajuda a equilibrar a quantidade de sódio nas células”. Portanto, se você não estiver consumindo ou retendo uma quantidade superior, muito sódio pode se acumular no sangue.

A vitamina D é outro nutriente que tem sido associado à hipertensão. Embora a sua deficiência não cause necessariamente hipertensão, a fonte diz: “A vitamina D pode afetar uma enzima produzida pelos rins o que irá afetar sua pressão arterial”.

12. Diabetes

Como mencionado anteriormente, fatores como excesso de sódio na dieta e obesidade podem levar à diabetes, uma doença que aumenta as chances de uma pessoa desenvolver pressão alta. Com diabetes tipo 1, ter um alto nível de açúcar no sangue é um fator de risco significativo para hipertensão. Felizmente, controlar o açúcar no sangue com tratamento pode ajudar a reduzir esse risco.

Ter níveis elevados de glicose no sangue também é um fator de risco entre aqueles com diabetes tipo 2, mas a hipertensão desse tipo de diabetes também pode ser causada por outros fatores, como tomar certos medicamentos para controlar sua condição, doenças cardíacas e excesso de peso.

13. Problemas de Tireóide

A glândula tireóide, especificamente o hormônio que ela produz, desempenha um papel significativo em várias funções do corpo, incluindo temperatura, frequência cardíaca e função muscular. Se a tireóide não estiver funcionando corretamente, pode produzir uma grande quantidade de hormônio, resultando em hipertireoidismo ou tireóide hiperativa. Ou pode produzir uma quantidade menor de hormônio, levando ao hipotireoidismo ou a uma tireóide hipoativa.

Infelizmente, ambos os distúrbios da tireóide podem causar hipertensão. Com o hipertireoidismo, o coração bate mais rápido que o normal, resultando em mais sangue sendo empurrado pelas artérias, o que aumenta a pressão arterial. E com o hipotireoidismo, as artérias ficam rígidas, o que aumenta a pressão arterial diastólica.

14. Efeito Colateral de Medicações

A hipertensão arterial está listada como um efeito colateral potencial de muitos tipos de medicamentos. De acordo com a Fitness Magazine, alguns dos mais comuns são “anti-inflamatórios sem esteróides, descongestionantes, certos antidepressivos e anticoncepcionais hormonais”.

A fonte diz que esses medicamentos podem causar hipertensão pois causam a contração dos vasos sanguíneos e podem causar retenção de água. Se isso acontecer, converse com seu médico sobre possíveis alternativas aos medicamentos que você está tomando ou limite a ingestão de medicamentos sem receita.

15. Estresse

O estresse em excesso tem sido associado a uma ampla variedade de condições de saúde, desde problemas gastrointestinais até depressão e, claro, doenças cardíacas. A Fitness Magazine explica: “… o estresse faz com que suas glândulas supra-renais bombeiem hormônios que aumentam a pressão sanguínea”. E, além disso, “a resposta natural de luta-ou-fuga do seu corpo faz com que seus vasos sanguíneos se contraiam”.

Infelizmente, a maioria dos hábitos que nos ajudam a relaxar, como comer alimentos gordurosos, beber álcool e fumar, só pioram os níveis de pressão arterial. A Fundação do Coração e Derrame do Canadá sugere maneiras mais saudáveis de desestressar, como “atividade física, socialização, risadas e alimentação saudável”.

Avatar

ActiveBeat Português

X