Alguns Sinais Comuns Que Podem Indicar Infecção no Sangue

Quando a sepse (uma condição que ocorre quando uma infecção entra na corrente sanguínea) ocorre, o sistema imunológico fica muito comprometido enquanto o corpo tenta colocar as defesas adequadas no lugar. No entanto, se existirem outros problemas de saúde (como câncer,  cirurgia recente, AIDS ou deficiência imunológica devido à idade avançada), uma infecção no sangue pode ser fatal.

E é por isso que é vital reconhecer os 14 principais sinais de infecção no sangue…

1. Manchas na Pele

Muitas vezes, o primeiro sinal de uma infecção no sangue se mostrará como manchas avermelhadas ou manchas escuras nas extremidades (ou seja, mãos, pernas, braços e pés), bem como em outras partes do corpo.

2. Ritmo Cardíaco Anormal

Em casos avançados, a infecção no sangue pode afetar o fluxo de sangue rico em oxigênio para os principais órgãos, incluindo o coração. Como resultado, sua frequência cardíaca, ou pulso, pode aumentar ou diminuir sem motivo (ou seja, sem causa, como após períodos de esforço).

3. Problemas Renais

Muitas vezes, uma infecção sanguínea avançada também afeta os rins, resultando em um volume menor de urina e redução da vontade de urinar, principalmente em idosos com problemas de incontinência existentes.

4. Agitação

A agitação por si só não é necessariamente um sinal de infecção no sangue. No entanto, se combinada com outros sintomas, pode ser um sinal se surgir de repente, aumentar e durar mais do que alguns dias.

5. Falta de Foco

Se ocorrer a sepse, seu estado mental pode ser afetado. A sepse é basicamente a resposta do sistema imunológico à infecção, onde substâncias químicas são liberadas no sangue para evitar novas infecções, o que pode prejudicar o fluxo sanguíneo e privar o cérebro de nutrientes e oxigênio.

6. Tontura

Você pode sentir tontura, confusão, desorientação e ficar incapaz de focar seus pensamentos quando tem sepse devido à reação do corpo à infecção, especialmente se a infecção não for tratada e a pressão arterial cair.

7. Náusea e Vômito

A sepse pode se originar em várias partes do corpo, tornando a náusea (e eventualmente vômito) um dos primeiros sinais de que a infecção está presente.

8. Febre

Uma infecção na corrente sanguínea é frequentemente indicada por meio de uma febre alta, repentina e inexplicável (ou seja, superior a 38º Celsius ou 100,4º Fahrenheit).

9. Calafrios

Em casos avançados de sepse, a temperatura do corpo pode cair e levar à hipotermia (uma temperatura corporal anormalmente baixa), causando calafrios e tremores fortes.

10. Respiração Rápida

O pulso não é a única coisa que pode acelerar com a sepse; a respiração de uma pessoa também pode. De fato, a respiração rápida é considerada uma das primeiras pistas de que alguém pode ter uma infecção no sangue.

Existem algumas razões pelas quais isso pode ocorrer. A primeira é que a infecção está nos pulmões e está causando diminuição dos níveis de oxigênio. A segunda é que, à medida que a infecção piora, o corpo precisa de cada vez mais oxigênio, resultando em falta de ar. As diretrizes médicas dizem para estar atento a uma frequência respiratória superior a 22 respirações por minuto e procurar atendimento médico imediatamente se ocorrer.

11. Diarréia

Como os problemas gastrointestinais, como a diarreia, podem ocorrer por uma ampla variedade de razões, de um vírus à ansiedade, eles não são frequentemente considerados um sintoma de uma infecção no sangue. Como o sistema digestivo é sensível a mudanças ou interrupções funcionais no corpo, a diarréia pode ser a primeira tentativa do corpo de alertar que algo está errado.

Alternativamente, você pode ter diarréia porque a infecção no sangue está sendo causada por uma infecção que se originou no intestino. Embora a diarréia por si só não seja necessariamente uma indicação de sepse, se você a estiver experimentando juntamente com outros sintomas mencionados nesta lista, marque uma consulta com seu médico para ser examinado.

12. Dor e Fraqueza

É comum que as pessoas com sepse sintam dor, pois o corpo está tentando combater a infecção. Essa dor pode ser em todo o corpo ou concentrada em uma área específica, como as articulações dos pulsos, quadris, joelhos e tornozelos.

Além da dor, a fraqueza é outro sintoma que afeta pessoas com infecção no sangue. Isso pode ser caracterizado por falta de força e desgaste muscular, fazendo com que os indivíduos evitem ter que se mover. Em alguns casos, a fraqueza, juntamente com fadiga e baixos níveis de energia, podem persistir mesmo após o tratamento da sepse.

13. Pele Pálida e Fria

Como mencionado anteriormente, as pessoas com uma infecção no sangue muitas vezes desenvolvem manchas na pele. Mas essa não é a única maneira pela qual a pele pode ser afetada pela sepse; também pode tornar-se bastante pálida. Isso ocorre porque o corpo está movendo o sangue para seus órgãos mais vitais, afastando-o de áreas consideradas menos importantes para a sobrevivência, como a pele.

Além de ficar pálida devido à diminuição do fluxo sanguíneo, a pele também pode ficar úmida e fria ao toque. Se ocorrer nas extremidades, como mãos e pés, pode ser indicativo de suprimento sanguíneo deficiente.

14. Pressão Baixa

A pressão arterial baixa (conhecida clinicamente como hipotensão) é um sinal especialmente grave de infecção no sangue, pois pode indicar choque séptico – o estágio mais crítico da sepse. Isso ocorre porque os vasos sanguíneos do corpo estão perdendo fluido e as veias e artérias estão relaxando, o que resulta na queda da pressão arterial e no sangue não circulando pelo corpo normalmente.

Devido à gravidade desse sintoma, novas diretrizes médicas para sepse indicam que os médicos devem se preocupar se a pressão arterial sistólica (o número superior em uma leitura da pressão arterial) diminui para menos de 100 mmHg.

Avatar

ActiveBeat Português

X